Investidores Brasileiros Podem Recuperar Perdas Financeiras Com Arbitragem Nos Estados Unidos


Os investidores nos Estados Unidos possuem uma maneira conveniente e eficiente de recuperar perdas provocadas por mau aconselhamento financeiro. Através do procedimento realizado, a arbitragem na Autoridade Regulatória do Setor Financeiro (FINRA, na sigla em inglês), centenas de milhões de dólares já foram devolvidos a investidores prejudicados.

As queixas mais frequentes deles em relação aos consultores financeiros envolvem recomendações inapropriadas (investimentos de risco recomendados a investidores conservadores); fraude e fornecimento de informações errôneas (quando o corretor mente a respeito do risco de um investimento); e a oferta equivocada de produtos financeiros opacos e complexos aos investidores de varejo, como notas estruturadas e investimentos em derivativos.

Investidores no Brasil e em outros países da América Latina devem estar cientes de que possuem os mesmos direitos dos cidadãos americanos e também podem fazer queixas contra corretores localizados nos Estados Unidos. Entre os fóruns mais convenientes para a arbitragem de investidores brasileiros estão o de Miami e o de Nova Iorque onde a FINRA sedia, regularmente, audiências desse tipo.

Recentemente, o escritório de advocacia Zamansky LLC conseguiu recuperar uma parcela considerável das perdas de um cliente brasileiro que foi prejudicado por uma má recomendação de investimentos em ETFs, os fundos de índices negociados em bolsa de valores, feita por uma grande corretora de valores dos Estados Unidos.

Nos últimos anos, Zamansky LLC representou diversos investidores da Argentina e do Chile e recuperou perdas resultantes de operações com ações, notas estruturadas e outros produtos financeiros de maior complexidade. Nos casos como esses, de conduta errônea dos consultores financeiros ao lidar com investidores na América Latina, as regras das bolsas de valores dos Estados Unidos e da FINRA podem ser aplicadas. As Câmaras de Arbitragem são encarregadas de indenizar os investidores brasileiros sobre o total de suas perdas com ações, juros e, em alguns casos, por danos morais e honorários advocatícios, quando a conduta do consultor financeiro for maliciosa, como tirar vantagem de um investidor idoso ou que tenha pouco conhecimento.
Os investidores brasileiros devem estar cientes que existe uma regra de elegibilidade de 6 anos pela qual as reclamações em relação a perdas com ações podem ser feitas em até 6 anos, a partir da data em que a compra do papel foi feita. Levando em conta que muitos brasileiros, dentre outros investidores, perderam um grande percentual do valor de suas carteiras de investimento durante a crise financeira global de 2008, é necessário dar início aos procedimentos junto a FINRA antes que o período de elegibilidade expire.

Quando um processo de arbitragem é iniciado, geralmente leva de 12 a 18 de meses, da originação do caso até a realização da audiência. O trâmite é muito mais simples que em outros casos. Geralmente envolve troca de documentos e não há necessidade de prestar depoimentos. Os investidores são chamados apenas para participar das audiências apresentando seus casos. Muitas vezes, os casos são resolvidos antes de a arbitragem ser feita, através de acordo entre advogados ou por mediação.

A cobrança dos serviços da Zamansky LLC é feita sobre uma taxa de contingência, em que o cliente somente efetuará pagamento de honorários caso haja sucesso no caso e o investidor tenha sua perda financeira ressarcida.

Para mais informações sobre como recorrer à arbitragem em casos como esses, entre em contato pelo e-mail

jake@zamansky.com ou visite nosso website,

www.zamansky.com, para obter mais detalhes. 212-742-1414.